Arquivo da categoria: mediunidade

Livro: Diário de um Médium Iniciante

Padrão

Como prometido, estou disponibilizando em PDF e gratuitamente o livro: Diário de um médium iniciante, com todas as anotações sobre meu próprio desenvolvimento mediúnico.

Não se trata de um livro doutrinário ou técnico, mas, sim, do dia-a-dia de um médium que se desenvolveu na Umbanda. Aqui explico como foi que descobri que era médium, como comecei a me desenvolver, quais entidades incorporei, o que sentia, as dúvidas mais comuns, etc.

BAIXE AQUI: http://migre.me/wibMA

Reflexão #10 – Posso desistir da mediunidade?

Áudio

Todos sabemos que o médium, como qualquer outro ser humano, tem total liberdade para fazer o que quiser. Contudo, ele pode desistir da mediunidade?

Clique aqui para baixar o arquivo.

Reflexão #8 – A caridade

Áudio

Atualmente, muitos médiuns acreditam que basta o trabalho mediúnico como forma de caridade. Porém, sempre que os espíritos nos falam sobre isso, eles nos dizem que não basta não!

Baixe aqui o arquivo.

 APÓS A GIRA: BEBA ÁGUA!

Padrão

marafo_de_exu_by_hud_hudsonDurante muito tempo sofri com os trabalhos de esquerda. Após a gira, frequentemente sentia dores de cabeça pela alta madrugada, boca seca, estômago ruim, etc.

Mas, por que eu sentia isso nos trabalhos com a esquerda?

Os trabalhos com a esquerda (exu/pombagira) por serem os mais próximos da materialidade humana são, também, os que frequentemente mais consomem energia do médium.

Se o médium não tem hábito de ingerir bebidas alcoólicas ou de fazer uso do fumo (como eu), sem dúvida seu corpo se ressentirá do contato dessas substâncias em alto teor e em pouco tempo, como é típico do trabalho com a esquerda e, inevitavelmente, uma consequência imediata é a desidratação.

O problema é que, frequentemente, como as giras da esquerda costumam começar um pouco mais tarde à noite e terminam, não raro, após a meia-noite, muitos médiuns chegam em casa, tomam um banho e rapidamente vão dormir, sem se hidratar adequadamente.

Confesso que sofria tanto após o trabalho com a esquerda, acordando pela madrugada com dores de cabeça, estômago ruim, arrotando ou com queimação, que cheguei mesmo a pensar em parar de trabalhar com eles… No entanto, certo dia, a intuição se fez presente com um conselho super simples e igualmente eficaz: beba mais água!

Todos sabem que as bebidas alcoólicas aumentam a diurese e, não raro, quando a pessoa inicia uma bebedeira, logo precisará ir ao banheiro. E, ao fim da gira, o que normalmente acontece quando o médium desincorpora após sua entidade ter ingerido álcool? Quase atropela os irmãos de correntes para ir ao banheiro…

Passei a beber muita água após as giras (mesmo as giras da direita) e pude notar que o desconforto estomacal que eu sentia por causa do charuto ou do cachimbo foram reduzidos, as dores de cabeça pela madrugada sumiram e agora posso ter uma boa noite de sono após os trabalhos.