Vestuário Espírita

Uma característica que diferencia os espíritas de outros segmentos religiosos é o fato de não se adotar vestes sacramentais ou especiais para participar das atividades ou frequentar um centro.

O padre veste a batina; o pastor veste o terno; o umbandista veste-se de branco e o espírita? Veste-se como quiser!

Para nós, não importa a roupa usada. Ela não irá aumentar nem diminuir a “força” das atividades. Portanto, se pode usar saias, vestidos, ternos, short, bermudas… Usar preto, branco, vermelho, azul, verde, amarelo, etc.

Frequentemente vemos uma variedade muito grande no vestuário espírita. Numa mesma reunião se podem ver pessoas de bermuda e chinelo, enquanto outras podem estar de roupa social. Isso não nos importa nada!

É claro que a única regra é o bom-senso. Os frequentadores podem vestir-se como quiserem. Mas, de forma geral, os trabalhadores evitam roupas sensuais, decotes ou qualquer coisa extravagante. Uma palestrante não irá de minissaia. Um passista não ficará sem camisa. Em tudo, o simples bom-senso.

Ao longo dos anos, percebemos que responder aos contraditores, quase sempre munidos de paixão pessoal, nos custava tempo e energia que poderiam ser aplicados em algo mais útil. Por essa razão, não respondemos ataques. Ofensas serão deletadas.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s