Psíquico ou mediúnico?

PL459_Pensamento02

Um problema comum na abordagem das faculdades espirituais é determinar se são mediúnicas ou psíquicas (também chamada de anímicas, isto é, da alma). No Brasil, chama-se tudo de mediunidade, mas isso não é correto.

A mediunidade se caracteriza pelo fato do médium (a pessoa que tem mediunidade) servir como um meio de comunicação entre os espíritos e os homens. O médium, portanto, intermédia sempre uma comunicação ou ação (no caso da mediunidade de efeitos físicos) entre os espíritos e as demais pessoas.

Os psíquicos, no entanto, manifestam fenômenos que não necessariamente tenham a ver com a intervenção de um espírito. Os efeitos que os psíquicos conseguem produzir são das suas próprias almas e não uma intervenção exterior.

Abaixo, segue alguns exemplos de mediunidade:

Psicografia (escrever sob a influência de um espírito); Psicofonia (falar sob a influência de um espírito); Vidência (enxergar os espíritos); Audiência (escutar os espíritos); Efeitos Físicos (realizar atuações materiais sob a influência de espíritos), etc.

O que todas estas faculdades têm em comum? Para que elas funcionem, é necessário que um agente externo (um espírito) as produza. Assim, o médium vidente, por ex., não enxerga os espíritos porque quer vê-los, mas por que um espírito provoca nele essa visão. Em relação à faculdade, o médium é agente passivo, sendo sempre o espírito que a provoca.

Agora, alguns exemplos de faculdades psíquicas (ou anímicas):

Dupla-vista ou clarividência (obter conhecimento sem auxílio dos sentidos comuns); Psicometria (conseguir acessar impressões espirituais que ficaram marcadas em objetos materiais); Telepatia (percepção de pensamentos e sentimentos de outras pessoas); Telecinésia (capacidade de mover objetos através do pensamento), etc.

Ficou claro? Mediúnico = provocado por um espírito. Psíquico (ou anímico) = provocado pela própria pessoa.

 Veja abaixo um vídeo dos testes feitos com a psíquica Russa Nina Kulagina nos anos 1960:

Ao longo dos anos, percebemos que responder aos contraditores, quase sempre munidos de paixão pessoal, nos custava tempo e energia que poderiam ser aplicados em algo mais útil. Por essa razão, não respondemos ataques. Ofensas serão deletadas.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s