Kardecismo?

voce-sabiaO termo “Kardecista”, muito utilizado no passado, parece estar voltando à moda novamente. Contudo, será correto utilizá-lo?

Na introdução de O Livro dos Espíritos, escreve Kardec:

“Os adeptos do Espiritismo serão os espíritas, ou, se quiserem, os espiritistas”.

O termo espírita pegou no Brasil e o termo espiritista pegou nos países de língua espanhola. Muita gente pensa que a expressão “Kardecista” surgiu no Brasil para diferenciar os Espíritas dos seguidores das religiões Afro-Brasileiras.

Contudo, isso não é verdade. A origem do termo é Francesa! Na Revista Espírita de 1865, Outubro, partida de um adversário do espiritismo para o mundo dos espíritos, uma crítica é feita ao Movimento Espírita Francês e nele é mencionado o termo “Kardecista” e a conotação que possuía a época, que era a dos “seguidores de Kardec”.

Kardec foi apenas o pesquisador que mais se destacou no estudo dos fenômenos espíritas. Mas, não era o único. Diversos outros também formaram suas “escolas” e, como não poderia deixar de ser, divergiam em muitos pontos.

O termo “Kardecista” em seu primórdio, portanto, era utilizado para se referir aos espíritas “puristas”, ou seja, àqueles que seguiam as orientações de Kardec e que adotavam uma postura mais crítica em relação à obtenção do conhecimento e não para diferenciar os espíritas dos demais seguimentos.

Espiritismo = Espíritos + ismo (sistema) = Sistema dos Espíritos. Kardecismo = Kardec + ismo (sistema) = Sistema de Kardec. Desta forma, pergunto: A doutrina é de Kardec ou dos espíritos? E isso já é um bom indicativo de qual termo usar…

Utilizar o termo “Kardecista”, atualmente, é complicar algo simples, tornar mais confuso algo claro em seu princípio. É proceder de forma contrária ao que Kardec escreveu logo no primeiro parágrafo de O Livro dos Espíritos:

 “Para se designarem coisas novas são precisos termos novos. Assim o exige a clareza da linguagem, para evitar a confusão inerente à variedade de sentidos das mesmas palavras”.

Ao longo dos anos, percebemos que responder aos contraditores, quase sempre munidos de paixão pessoal, nos custava tempo e energia que poderiam ser aplicados em algo mais útil. Por essa razão, não respondemos ataques. Ofensas serão deletadas.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s