3 comentários sobre “Macumba e o Espiritismo

  1. Quem não conhece a Doutrina Espírita,confunde tudo! Temos obrigação de estudar, e conhecer a doutrina que nos liberta de preconceitos e dogmas. Use a razão.

  2. Estudando a Obsessão.

    Existem dez atitudes positivas contra o domínio da obsessão, a saber:
    Confiança em Deus e em si próprio;
    Consciência tranqüila;
    Oração;
    Dever cumprido;
    Paciência;
    Trabalho incessante;
    Serviço ao próximo;
    Simpatia e benevolência para com os outros;
    Estudo;
    Recomeço de construção do próprio equilíbrio, tantas vezes quantas se fizerem necessárias.

    E há dez atitudes negativas, que agravam qualquer processo de perturbação espiritual, como sejam:
    Dúvida;
    Complexo de culpa;
    Indiferença;
    Irresponsabilidade;
    Irritação;
    Ociosidade;
    Egoísmo;
    Isolamento;
    Ignorância;
    Queixa contínua.

    Acomodar-se a qualquer das situações referidas, depende da escolha de cada um, no entanto, ao enunciar semelhantes conceitos, temos em mira simplesmente recordar a palavra de Allan Kardec, no item 4, do Capítulo XXV, de “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, quando nos adverte: “Não, os Espíritos não vêm isentar o homem da lei do trabalho; vêm unicamente mostrar-lhe a meta que lhe cumpre atingir e o caminho que a ela conduz, dizendo-lhe: “Anda e chegarás; toparás com pedras; olha e afasta-as tu mesmo”. – Albino Teixeira/Chico Xavier
    (O texto é do livro: Escultores de Almas, lição: Removendo obsessões.)

    1)O Problema da Obsessão esta basicamente em nossos pensamentos e conduta moral, entramos em sintonia vibratória com espíritos desencarnados que se afinam conosco, o bem tem afinidade com o bem, o mal tem afinidade com o mal, é dessa forma que entramos em contato vibratório com os espíritos que vivem no plano astral ou mundo espiritual.
    As pessoas que cultivam maus pensamentos, vícios, maus desejos, se irritam com facilidade, vivem sempre discutindo, reclamando e xingando, estão em sintonia com espíritos inferiores, perturbadores e obsessores do plano astral.
    Temos que buscar uma Disciplina moral elevada para nossa vida terrena, cultivar boas idéias, cultivar a prece sincera, cultivar bons pensamentos, ser otimista, ser trabalhador, ser correto e honesto, combater os vícios, combater os maus desejos, são fatores morais positivos que afastam os maus espíritos e atraem pela sintonia os espíritos de luz.
    O Bem tem sintonia com o Bem.
    O mal tem sintonia com o mal.
    Essa é a Lei de Sintonia.
    O Espiritismo explana em suas obras básicas, que não existem milagres e nem graças divinas no Universo, as Leis de Deus são naturais, eternas e imutáveis e essas Leis regulam tudo no Universo.
    Deus não faz milagres.
    Portanto, pedir a cura das obsessões através de um milagre é um grave erro, a cura da Obsessão esta em nossa reforma mental e moral, como explica J. Herculano Pires a cura da obsessão é um processo de auto cura.
    Como explica O Mestre Kardec em seus livros, são as nossas imperfeições morais que atraem os maus espíritos.

    2) Um outra questão importante, o Espiritismo explana que nenhum objeto material tem ação sobre os espíritos desencarnados, somente nossos pensamentos e sentimentos tem ação para atrair ou repelir os espíritos desencarnados.
    O uso de amuletos, talismã, roupas brancas, velas, imagens de santos, incenso, palavras sacramentais, sinais cabalísticos, exorcismos, são tudo fantasias sem nenhum valor real.
    Vejamos uma observação muito importante do Professor J. Herculano Pires sobre essa questão.
    Não se deixe atrair por macumbas e as diversas formas de mistura de religiões africanas com as nossas crendices nacionais.
    Não pense que alguém lhe pode tirar a obsessão com as mãos. Os passes têm por finalidade a transmissão de fluidos, de energias vitais e espirituais para fortificar a sua resistência.
    Não confie em passes de gesticulação excessiva e outras fantasias. O passe é simplesmente a imposição das mãos, ensinada por Jesus e praticada por Ele. É uma doação humilde e não uma encenação, dança ou ginástica.
    NÃO CARREGUE AMULETOS NEM PATUÁS OU COLARES MILAGROSOS. TUDO ISSO NÃO PASSA DE SUPERSTIÇÕES PROVINDAS DE RELIGIÕES DAS SELVAS. VOCÊ NÃO É SELVAGEM, É UMA CRIATURA CIVILIZADA CAPAZ DE RACIOCINAR E SÓ ADMITIR A FÉ RACIONAL.
    ESTUDE O ESPIRITISMO E NÃO SE DEIXE LEVAR POR TOLICES.
    Dedique-se ao estudo, mas não queira saltar de aprendiz a mestre, pois o mestrado em espiritismo só se realiza no plano espiritual. Na Terra somos todos aprendizes, com maior ou menor grau de conhecimento e experiência.

    Como disse Herculano Pires: NÃO CARREGUE AMULETOS NEM PATUÁS OU COLARES MILAGROSOS. TUDO ISSO NÃO PASSA DE SUPERSTIÇÕES PROVINDAS DE RELIGIÕES DAS SELVAS. VOCÊ NÃO É SELVAGEM, É UMA CRIATURA CIVILIZADA CAPAZ DE RACIOCINAR E SÓ ADMITIR A FÉ RACIONAL.

    Herculano Pires completa.
    PALAVRAS, AMULETOS, MEDALHAS, IMAGENS E OUTROS INSTRUMENTOS DO CULTO RELIGIOSO OU DE PRÁTICAS MÁGICAS NADA INFLUEM SOBRE OS ESPÍRITOS PERVERSOS, SE AQUELE QUE OS EMPREGA NÃO POSSUIR VIRTUDES MORAIS E NÃO AGIR COM AMOR, HUMILDADE E COMPREENSÃO. AGINDO ASSIM, TODOS OS INSTRUMENTOS E ARTIFÍCIOS SÃO DISPENSÁVEIS.

    Vamos concluir que é pela Elevação Moral e pelos Pensamentos puros e nobres e pela pratica do Bem e das Virtudes que esta a única Defesa psíquica contra os maus espíritos.

    3) Vejamos as colocações doutrinarias do Mestre Kardec.

    OUTRA VERDADE, IGUALMENTE VERIFICADA PELA EXPERIÊNCIA, E QUE A LÓGICA COMPROVA, É A COMPLETA INEFICÁCIA DE EXORCISMOS, FÓRMULAS, PALAVRAS SACRAMENTAIS, AMULETOS, TALISMÃS, PRÁTICAS EXTERIORES OU QUAISQUER SÍMBOLOS MATERIAIS.

    Vejamos outras observações doutrinarias.

    A questão 554 de “O Livro dos Espíritos” corrobora essa posição. Confiramos:
    P.: “Que efeito pode produzir fórmulas e práticas mediante as quais pessoas há que pretendam dispor do concurso dos Espíritos?”

    R.: “(…) Todas as fórmulas são mera charlatanaria. Não há palavra sacramental nenhuma, nenhum sinal cabalístico, nem talismã, que tenha qualquer ação sobre os Espíritos, porquanto estes são só atraídos pelo pensamento e não pelas coisas materiais”. E continua mais adiante: “Ora, muito raramente aquele que seja bastante simplório para acreditar na virtude de um talismã deixará de colimar um fim mais material do que moral. Qualquer, porém, que seja o caso, essa crença denuncia uma inferioridade e uma fraqueza de ideias que favorecem a ação dos espíritos imperfeitos e escarninhos”.

    Em “O Livro dos Médiuns”, é perguntado aos Espíritos Superiores:
    “Certos objetos, como medalhas e talismãs, têm a propriedade de atrair ou repelir os Espíritos conforme pretendem alguns”?

    R.: “ESTA PERGUNTA ERA ESCUSADA, PORQUANTO BEM SABES QUE A MATÉRIA NENHUMA AÇÃO EXERCE SOBRE OS ESPÍRITOS. FICA BEM CERTO DE QUE NUNCA UM BOM ESPÍRITO ACONSELHARÁ SEMELHANTES ABSURDIDADES. A VIRTUDE DOS TALISMÃS, DE QUALQUER NATUREZA QUE SEJAM, JAMAIS EXISTIU, SENÃO, NA IMAGINAÇÃO DAS PESSOAS CRÉDULAS”.

    O Codificador Allan Kardec comentou, concluindo e reiterando a total desvinculação do Espiritismo com o pensamento mágico propalado pelas religiões e crenças fetichistas:

    “OS ESPÍRITOS SÃO ATRAÍDOS OU REPELIDOS PELO PENSAMENTO E NÃO POR OBJETOS MATERIAIS (…). Em todos os tempos os Espíritos superiores condenaram o emprego de signos e de formas cabalísticas; e todo Espírito que lhes atribui uma virtude qualquer ou que pretende dar talismãs que denotam magia, por aí revela a própria inferioridade, quer quando age de boa-fé e por ignorância, (…) quer quando conscientemente (…). Os sinais cabalísticos, quando não são mera fantasia, são símbolos que lembram crenças supersticiosas na virtude de certas coisas, como os números, os planetas e sua correspondência com os metais, crenças nascidas no tempo da ignorância e que repousam sobre erros manifestos, aos quais a ciência fez justiça, mostrando o que há sobre os pretensos sete planetas, os sete metais, etc. A forma mística e ininteligível de tais emblemas tem o objetivo de os impor ao vulgo (…), aquilo que não compreende.”

    Na Obra O Livro dos Espíritos questão 477, encontramos o seguinte.
    477. As fórmulas de exorcismo têm qualquer eficácia contra os maus Espíritos?
    —Não; quando esses Espíritos vêem alguém tomá-las a sério, riem e se obstinam.

    Os maus espíritos ficam rindo das pessoas que acreditam em exorcismos.

    4) Vejamos uma Observação importante do Mestre Kardec sobre a causa das Obsessões.

    Assim como as doenças são o resultado das imperfeições físicas, que tornam o corpo acessível às influências perniciosas do exterior, a obsessão é sempre o resultado de uma imperfeição moral, que dá acesso a um mau Espírito. A uma causa física, opõe-se uma força física; a uma causa moral, é necessário opor uma força moral. Para preservar das doenças, fortifica-se o corpo; para garantir contra a obsessão, é necessário fortificar a alma. Disso resulta que o obsedado precisa trabalhar pela sua própria melhoria, o que na maioria das vezes é suficiente para o livrar do obsessor, sem socorrer-se de outras pessoas. Esse socorro se torna necessário quando a obsessão degenera em subjugação e em possessão, porque o paciente perde, por vezes, a sua vontade própria e o seu livre arbítrio.

    Vou realçar essa colocação do Mestre Kardec.
    A OBSESSÃO É SEMPRE O RESULTADO DE UMA IMPERFEIÇÃO MORAL, QUE DÁ ACESSO A UM MAU ESPÍRITO

    São as nossas imperfeições morais que atraem os maus espíritos, essas imperfeições morais são basicamente os maus pensamentos, vícios, maus desejos, maus hábitos, atitudes negativas, a desonestidade, a falsidade, o ódio, a raiva, os desejos de vingança, o egoísmo etc…

    5) Esses espíritos desencarnados que pedem coisas matérias como, charutos, cachaça, despachos, velas e sacrifícios de pobres animais, são na realidade espíritos apegados a matéria e aos vícios e desejos terrenos, são espíritos moralmente atrasados e muito desses espíritos podem ser maldosos, vingativos, maliciosos, astutos e obsessores, cuidado com esses espíritos.
    São lobos em pele de ovelhas.
    Os espíritos de luz ou espíritos elevados não possuem necessidades matérias, eles não pedem coisas matérias, portanto, devemos desconfiar desses espíritos que pedem tais coisas absurdas.
    Essa é a regra, os espíritos elevados ou bons espíritos não possuem necessidades matérias, eles estão com seus pensamentos e sentimentos moralmente depurados.
    Esses espíritos de caboclos e preto velhos e exus são espíritos perigosos, devemos estar alertas nessas questões.
    Como orienta Allan Kardec, todas as informações, mensagens e comunicações que venha dos espíritos desencarnados, tem que passar pelo Crivo severo da Razão e da Lógica para poder ser aceito.
    Qualquer ofensa a razão, a lógica e a moral elevada, denuncia a presença de espíritos inferiores e atrasados.

    Esse é um resumo dos meus estudos espíritas, espero ter ajudado em alguma coisa, busquemos o Mestre supremo Jesus o Cristo, o caminho, a verdade e a vida.

    Wilson Moreno na busca da Verdade.

Ao longo dos anos, percebemos que responder aos contraditores, quase sempre munidos de paixão pessoal, nos custava tempo e energia que poderiam ser aplicados em algo mais útil. Por essa razão, não respondemos ataques. Ofensas serão deletadas.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s